20 de março de 2009

Simples questão.


Abri as asas do pensamento


e foi o sonho que entrou.


como janela aberta num mar


de sentidos ofuscados


pela imagem que tenho guardada.


Será que o amor existe?


ou será só o verbo amar


do consumo da alma?


No coraçaõ cheio de etiquetas


libertei a dor da paixão.


E,... docemente encontrei


o meu lugar no teu coração.


Questão simples que amordaça


O meu "império" de lua tranquila.






2 comentários:

  1. todo ar que respiro encontro algo que me faz lembrar de ti, sei é um sonho acordado, mas parece tão verdadeiro.....
    beijocas

    ResponderEliminar
  2. goso do teu poema mas entra no meu subconsiente e devora todos os neurónios de uma forma que nem consigo pensar em outra coisa...
    beijocas

    ResponderEliminar